8.31.2017

Meinhas Japonesas Muito Fofas - Don Quijote - Grande Almanaque Mauj


Olha que gracinha!

Sim! É uma meia!
E tem... beicinho! 

Japoneses são doidos e criativos,
meias com lábios a gente encontra aqui nesse Japão!

Tem meia com carinha...
e tem meia com comidinha!
Meias da série "Omoshiro" (engraçado/divertido, em japonês).

Reproduzindo perfeitamente várias embalagens de produtos tradicionais japoneses,
que você encontra em qualquer cozinha do arquipélago.
(e de brinde uma galinha com biquinho)

 Para você que não cresceu,
as fofas meias da Disney

 Tamanho do infantil ao adulto,
afinal de contas somos crianças de todas as idades


Muito fofinhas, kawaii!
Dá até dó de pisar nos personagens, né?


Dá vontade de levar uma de cada,
mas não comprei nenhuma.
(promoção: 3 pares por 28 reais/999 ienes).

 Só podia ser coisa do Donki - Lojas Don Quijote, que vende de tudo!

Confira nos links abaixo outras maravilhas que encontramos nesta louca rede nipônica de ofertas:

8.30.2017

O Medo do Ataque Nuclear Norte-Coreano - Grande Almanaque Mauj



 25 de Abril de 2017. 
Primavera no Japão.

 Era para ser mais um dia comum e cheio de flores.
Porque era primavera aqui no Japão.
Pelo temor de um ataque nuclear e mísseis norte-coreanos,
as ruas estavam estranhamente vazias.

Centro da cidade de Imabari, vazio.
Uma das maiores cidades da região de Shikoku.

 Teve horas que pensei estar em uma cidade fantasma, abandonada.
Porque não encontrava alma viva a caminhar.
Mas a tensão no ar estava presente.

 Avenida da prefeitura local, sem carros nem pedestres.
O local, em dias normais, é movimentado.
(Edifício da Prefeitura - obra de Kenzo Tange, 
um dos mais famosos arquitetos japoneses).

 Nas ruas semi-mortas, o comércio sem funcionar.
Creio que os japoneses preferiram ficar em casa.
Foi um dia tenso para todo o arquipélago japonês.

8.28.2017

Bon Odori Parade - Chiryu Yoitoko Matsuri - Grande Almanaque Mauj





No vídeo acima, imagens que fiz do Bon Odori Parade.
Cidade de Chiryu (província de Aichi).

Dancinhas japonesas fáceis, de melodia idem, para que todos possam dançar e cantar.
E assim vai o povo pelas ruas, cantando e dançando, nos festivais japoneses de verão (Natsu Matsuri).


8.24.2017

Festival de Dança Japonesa Nippon Domannaka Matsuri - Grande Almanaque Mauj

O "Nippon Domannaka Matsuri" é um grande e belíssimo festival japonês de dança.
Realizado durante 3 dias no mês de agosto, nas ruas do centro de Nagoya (Aichi).

Dançarinos de todo o Japão e até do exterior encantam o público com suas danças coreografadas e trajes, que refletem a cultura e tradição de suas origens.

É lindo!
Uma maneira alegre e festiva de celebrar as tradições japonesas.



Filmei um pouquinho para você ver, dê uma olhadinha no vídeo acima.
Dança com base na música folclórica "Soran Bushi", da região de Hokkaido, norte do Japão.

8.23.2017

Drenagem Linfática E Outras Coisas - Massageador Carat - Grande Almanaque Mauj

 Estava eu em uma loja japonesa de beleza e estética 
e encontrei esse treco aqui.
Tem selo de "Good Design".
Hummm...porque será?



 É um massageador facial/corporal. 
O fabricante garante que o ReFa Carat (o aparelho acima) 
promove uma ótima drenagem facial e corporal.


Mas não parece outra coisa?
Fala para mim se não?
 Colega, compra um para suas noites de solidão e massageia... geral, rs.
Se o maridão achar ruim, você explica que é um massageador facil 
que não pega nada.
A cara da japa, toda feliz, realizada com o Carat dela.
Safadinha!

Em teoria é assim que você deve usar o aparelho.

8.22.2017

O Dia Que o Palhaço Chorou - Jerry Lewis e Seu Mais Controverso Filme - Grande Almanaque Mauj

Em 1972, Jerry Lewis, o grande humorista de todos os tempos, resolveu fazer um filme mais sério.

The Day the Clown Cried, "O Dia que o Palhaço Chorou", contava a história de um palhaço que levava crianças à morte.


Durante a Segunda Guerra Mundial, Helmut Doork (Lewis), um palhaço decandente, é preso pela Gestapo, por debochar de Hitler em um bar.

Enviado a um campo de concentração, é designado a fazer palhaçadas para atrair crianças judias às câmaras de gás.


O argumento é de um mau gosto inacreditável, mesclando holocausto, palhaçada, em uma pieguice desrespeitosa com as vítimas de tão triste momento da história mundial.


Nos tempos do Emule vi alguns trechos do filme, mesclados com uma "reconstrução" posterior do mesmo por atores diversos. O roteiro está disponível para download em cantos obscuros da internet.



Jerry Lewis percebeu o quanto este filme era ruim, era sua versão de "No Céu Tem Pão".

Sequestrou as cópias da obra (que estrearia como um grande fracasso, pela má repercussão), vetou sua exibição e redistribuição (possuía os direitos do filme, por ter sido o principal financiador).
Destruiu as cópias do filme, apenas os negativos originais estão preservados na Biblioteca do Congresso Americano.



Raramente o comediante falou algo deste filme à imprensa.
Foi seu grande trauma artístico, seu erro e sua risada mais sem graça.
Até os gênios erram, né?
E como todo ser humano nobre, reconheceu seu erro e tentou resolver a questão da maneira que lhe foi possível.

8.21.2017

O Preto Que Satisfaz - Nero di Seppia - Grande Almanaque Mauj

 Pasta Nero di Seppia, do ótimo e popular Saizeriya
Com frutos do mar e um toque de salsinha, para dar uma cor.
Gostoso!

Na Itália é bem comum encontrarmos um risoto ou massa preparados com nero di seppia - pratos feitos com a tinta preta da lula.

Japoneses são apaixonados pelos moluscos marinhos e comida italiana.
Portanto a massa negra faz muito sucesso por aqui.


499 ienes, uns 14 reais o prato 
na famosa rede de restaurantes italianos no Japão.
Para quem gosta de frutos do mar é uma delícia!


Claro que a japonesada extrapola
e faz até hamburguer preto com a tinta do bicho.
Veja a cor do pão e do queijo.
Especiais para o Halloween, do Burger King.


Não poderia faltar o lámen instantâneo neguinho, né?



Nem o tão apreciado curry, 
com frutos do mar e caldo negro de tinta de polvo.


E aquele toque de bizarrice tão nipônico, 
tem sorvete de tinta de lula!
O sabor é... horrível.

Ah, sabia que o talharim negro com mexilhões é 
uma das especialidades do Arturito, 
o restaurante da chef Paola Carossela? 
Foi até tema de uma das provas do programa Masterchef Brasil.

(imagens extras via google).

8.18.2017

Levei um Bolo! E Como Fiquei Feliz Com Isso! Artes de Vera Hatsugai - Atelier Kisabor - Grande Almanaque Mauj

Toca a campainha, o rapaz do takkyubin (um eficiente sistema japonês de sedex) me entrega uma grande caixa.

Olho o remetente, uma nova surpresa de Vera Hatsugai - a famosa professora de artes culinárias de Toyohashi (Aichi).
Minha querida amiga e parceirona. Da família do coração.

Ricas cores surgem da caixa.
Um bolão lindo, glaceado.

Todo colorido, tão bonito quanto uma escultura em cerâmica.
Cores, aromas e sabores encantam meus sentidos.

O bolo veio refrigerado, claro! 
Assim não corre o risco de estragar, azedar, etc.
O certo era esperar descongelar para mexer no mesmo, mas quem disse que eu aguentei? 
Tirei da caixa congelado mesmo...e até dei uma desandada no bolo, 
sabe criança feliz quando ganha carrinho e fica afobado para pegar o brinquedo? <3


Adorei as cores do bolo! 
Cara de obra de arte.
É uma deliciosa arte.



Recheado de beijinho.
Bom como um bom beijo!
O açúcar na medida certa: nem pouco/muito doce.
A massa do bolo, chocolate, é deliciosa e leve.


E esses corações?
De pão de mel, são apaixonantes! 
Bons que nem o amor.

Gostou?
Encomende seu bolo espelhado e outros tipos com a Vera! Entregas em todo o Japão, por takkybin.
Entre em contato com ela, no perfil do Facebook ou telefone (080-3657-8073).




E se você tem uma alma de confeiteiro, aprenda a fazer estes bolos glaceados, pão de mel, ovos de páscoa e bolos decorados -  a Vera dá cursos todos os fins de semana, em diversas regiões do Japão. 
Entre em contato com ela e agende sua aula no Atelier Kisabor! 

Mais bolos glaceados por Vera Kisabor. 
Delicie-se!
Encomende um para você, sua família, 
para dar de presente a alguém que você gosta...




 (obrigado Marta Motoki pela imagem)






A Vida deve ser boa e deliciosa.
Senão, para que viver?
Comecemos, então, pelas delícias da mesa!

Um bolo faz toda a diferença, ainda mais tão caprichado assim.
Dá um up na moral da gente, alegra adoçando nossos dias.

8.17.2017

Um Cafezinho... Para Refrescar! Grande Almanaque Mauj

Aguardando resolver um problema com o carro,
o pessoal da oficina nos oferece chá, café e bolachinhas.
No Japão o atendimento é de primeira, sabe?


 Mas olhe aí, 
os japas trouxeram um café com...cubos de gelo! 


 
No verão não vivo sem, 
aprendi a gostar aqui no Japão
Adiciono um pouquinho de creme, não coloco açúcar. 
Nos 25 anos que morei no Brasil jamais pensei em tomar
café com gelo...


A primeira vez que vi o café gelado
torci o nariz, falei mal sem conhecer e até debochei.
"Só podia ser coisa de japonês".
Mas como isso é bom nestes dias de calor tão intenso.