5.23.2017

Laerte-se - Netflix Brasil/Japão - Grande Almanaque Mauj


"Laerte-se", o primeiro documentário/filme brasileiro da Netflix.
Também está disponível no catálogo japonês do site.

Após 57 anos vivendo como homem e pai de família (três filhos, três casamentos) Laerte assume-se transgênero. Alma de mulher, revela sua intimidade à cineasta Lygia Barbosa da Silva e a jornalista Eliane Brum.


 Laerte e Eliane Brum.

O documentário é bacana, toca no tema da homossexualidade e transexualidade de maneira natural.
Laerte é uma pessoa inteligentíssima e vale a pena ouvi-lo.

A personagem tema do vídeo explana suas idéias em um clima de "visita na casa da tia".
Tudo amarrado por imagens intimistas e cotidianas, como a reforma da casa, netinho brincando, álbum de família, maquiagem, manicure.

Nas diferenças que temos, no fundo, somos todos muito iguais.


Laerte apaixona a gente por suas idéias e há uma certa ternura no documentário. Mas os 100 minutos do filme se tornam um pouco longos e acabam cansando.




Os momentos de uma Laerte mais "persona" (adorei a parte dela dançando de vestido dourado), Rita Lee e imagens de arquivo da família são deliciosos.

Ah, assista a esta ótima entrevista dada ao saudoso Antônio Abujamra, no programa "Provocações", da TV Cultura. A gente pode sentir a genialidade desta grande figura que é Laerte.


2 comentários:

Anônimo disse...

quero muito assistir!ainda bem que tem também na netflix aqui do Japão né

Tati disse...

Ainda não assisti, tá na minha lista! Em breve.