7.18.2016

Sabedoria Calunga - Grande Almanaque Mauj


Leia.
Sinta.

Reflita.

* No rio da Vida ninguém para. É tão forte a correnteza que ninguém consegue parar. Nós aprendemos a nadar a favor da maré; aprendemos deixar o barco fluir com a força da correnteza;  aprendemos que, quando se vai a favor do rio, temos a opção de ir pela margem, pelo meio, pelo lado, sempre de forma mais rápida, sempre de forma mais fácil.

* Cada um tem um certo para si. Certo para todo mundo não existe.

*  O que é a Vida senão este monte de momentos?  Viver o momento com tudo o que ele tem para lhe oferecer, sem pensar em mais nada senão na coisa que está a sua frente,  naquilo que você está fazendo,  prestando atenção de corpo inteiro; ser integral com este momento,  entregando-se para sentir as sensações.  Que presente bom, se você se der a importância e o respeito suficientes para se oferecer assim mesmo sua própria Vida, dedicar sua Vida a você.

*  Se acha que seu filho fala demais, talvez um dia ele vá ser professor, orador, locutor de rádio,  qualquer coisa que faça com que ele desenvolva essa vontade de falar no bom sentido. Ensine-o a falar direito, ponha-o para falar em público, para melhorar cada vez mais essa arte.  Amanhã, ele pode ser um político,  nunca se sabe, minha gente. Nada é defeito. Não queira calar a boca do seu filho, se ele fala demais, só porque você gosta da pessoa que fala menos. Os filhos já nascem com tendências.

* Cada um só busca a si mesmo, pois só encontra o que se é.

* A expectativa é o falso no relacionamento.

* Quando eu mudo em mim, o mundo muda pra mim.

* A Vida mostra o que a gente não vê.




3 comentários:

Diacuy Piccione disse...

Gosto dele.

Meri Pellens disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Meri Pellens disse...

Nossa, que interessante. Tem muito a ver. Não digo tudo a ver, porque não busco a mim mesma mas a Deus, enfim, vai da crença de cada um.
Bjk e tdo de bom!