Pular para o conteúdo principal

Postagens

A Velhinha Japonesa Que Queria Chupar Rola - Grande Almanaque Mauj

 (do O Globo)

Lembro que ainda era recente minha experiência de Japão.

Fui trabalhar em um determinado local X, emprego provisório.
Na tal empresa havia um certo grupo de brasileiros (quando digo brasileiros, me refiro aos nascidos no Brasil, como eu - maioria mestiça e uns até com mais cara de japonês que os próprios japoneses).

Passam alguns dias, entra uma senhora nos seus 60 anos, arubaito (contratada para trabalho temporário, poucas horas/dia). Seria a nova faxineira.

Ao se deparar com tantos brasileiros, quis se enturmar.
Simpatissíma, perguntou "Como se diz Bom dia em português?"
E um brasileiro,  todo cheio da tradicional malemolência e malandragem verde-amarela, ensinou a tal senhora que bom dia era "Quero chupar rola".

E lá vai a senhorinha japonesa, sempre sorrindo e "Quero chupar rola" para todos os brasileiros que encontrava.

Uma outra faxineira, de nacionalidade brasileira, se revoltou contra tal "brincadeira".
Puxou a senhorinha j…
Postagens recentes

Aprenda a Dançar Hula - Festival Havaiano nas Praias de Kira, Nishio - Grande Almanaque Mauj

Seguimos no Festival Havaiano nas praias de Kira, Nishio - clique aqui para ver as postagens anteriores.

Vamos aprender a dançar Hula?
Hula é aquela deliciosa dança tradicional havaiana, ritmada deliciosamente e com um requebrado pra lá de gostoso.

Aprenda a dançar hula, veja o vídeo abaixo.
Os japinhas, apesar da natural falta de molejo, se esforçaram pra valer.


Bem legal, né?

Se estiver a fim de uma luta, olha aí a "Kapu Kuialua", arte marcial tradicional havaiana!



Espero que tenha gostado dos vídeos! Obrigado por assistir e acompanhar o blog!

Festival Havaiano nas Praias de Kira - Hula Dance - Grande Almanaque Mauj

Durante uma semana, no verão, a cidade de Nishio (província de Aichi) se torna um pedaço do Havaí no Japão com o "Hawaiian Festival in Kira Waikiki Beach".

Muita música e dança havaiana, comida típica do Havaí, roupas coloridas, flores, aulas de dança Hula, etc, fazem com que a gente se esqueça que está no Japão e se transporte ao belíssimo arquipélago americano.

Filmei pra você um pouco do festival havaiano em Kira. Lindo, né?

Vai pensando que só brasileiro que é bom de remelexo...  Dê uma olhada no que fazem estes dançarinos! Maravilhosos! 
Aprenda a fazer a Oração Ho'Oonopono, a oração havaiana do amor universal! Clique aqui!

Crianças Carregam A Divindade - Mikoshi - Festival das Estrelas de Anjo - Grande Almanaque Mauj

Mikoshi é uma espécie de andor, que transporta o corpo sagrado/espiritual de um templo ou santuário japonês. Uma espécie de "Arca da Aliança" à moda japonesa.

Fiéis apoiam o mikoshi nos ombros, carregando a divindade espiritual pelas ruas de uma cidade, durante os festivais tradicionais japoneses. Pede-se que a divindade proteja e abençoe os cidadãos locais e visitantes.


Assista o vídeo abaixo e veja que fofas as crianças carregando o mikoshi pelas ruas da cidade de Anjo (província de Aichi). Filmei pra você!
Anjo Tanabata Matsuri - Festival das Estrelas da Cidade de Anjo.



Uma gracinha, né? Espero que tenha gostado!

Tsuyu - Chuva de Monções na Ásia - Grande Almanaque Mauj

Abrem-se as cortinas do céu e entram as chuvas de monções no Japão,  chamadas de Tsuyu.
Tsuyu (梅雨), "chuva das ameixas",  em japonês.
 Ameixeiras japonesas (梅,umê) se carregam de frutos. E as pessoas, de guarda-chuvas.
 As monções, ao leste e sul da Ásia,  trazem um descarrego de muita umidade sobre o Japão, Coréia e China. Antecipam o verão.

Junho que entra, entram semanas de chuvas intermitentes. Dias de céu cinza chumbado e muita névoa.

As monções seguem até a penúltima semana de julho. Período longo de tempo extremamente úmido.

Arroz, ameixeiras, hortênsias (cuja florada é muito intensa e linda em terras japonesas),  sapinhos e cia. agradecem; precisam de toda esta umidade para  seguirem seus destinos.

Ao término das monções e o tsuyu, as temperaturas se elevarão rapidamente. O verão dará as caras. 
 As fotos deste post fiz no templo Makayaji,  em Mikkabi (cidade de Hamamatsu, província de Shizuoka).

Ursinho Puff... Safadinho - - Grande Almanaque Mauj

Estação de Kanayama, centro de Nagoya  (entre o bairro de Naka e Atsuta). Uma das mais importantes estações de trem do Japão.

De Kanayama segue-se para qualquer canto da província de Aichi, o Aeroporto Internacional de Chubu - Centrair, etc. Sempre movimentada, 
todas as linhas de trem e metrô locais convergem aqui.

Estava voltando para casa (morava pertinho da estação). Um dia de inverno, fazia um friozinho legal. 

E lá estava um Ursinho Pooh. Puff, para os íntimos.

Personagem fofo encarnado em um homem sanduíche,  que fofura anunciava?
Pooh anunciava.. poohtas! Mas olha, viu! Coisas do Japão, né?

Vélotaxi, o Táxi Bicicleta de Nagoya - Grande Almanaque Mauj

Estamos no centro da cidade de Nagoya.  Vem comigo passear de "Vélotaxi"!
Vamos dar uma volta no "taxi-bicicleta". Totalmente eco, movido a força humana.
Na Trienal de Artes de Aichi levou visitantess pelos museus e pontos turísticos  da cidade.
Grátis em eventos especiais. Em dias normais o preço é de 300 ienes (9 reais).

Vélotaxi... Velo vem de "vélo", bicicleta em francês. E táxi é táxi!
Quis experimentar, dei uma volta com ela,  super leve e confortável.
Feita em alumínio e fibra de carbono, desliza com uma suavidade. Velocidade média de 10km/h.
Mesmo carregando um passageiro (ou até dois) a tal bicicleta-táxi não cansa. Material super leve e muito bem projetada.
 Idéia boa para tempos de gasolina cara,  greve de caminhoneiros,  aquecimento global, né não?