4.22.2017

Courgette Marinade - Salada de Abobrinha Marinada - Receita Fácil - Grande Almanaque Mauj

Para o fim de semana, uma saladinha crua rápida e fácil.
Boa para acompanhar uma carne, um grelhado, etc.
Leve, saudável e low carb.


Abobrinha Italiana Marinada

Ingredientes


  • 1 abobrinha italiana cortada em rodelas
  • 2 limões
  • Pimenta calabresa
  • Salsinha e cebolinha a gosto
  • 2 dentes de alho
  • Azeite
  • sal

Preparo


Fatie a abobrinha em rodelas bem finas. Se possível, use um mandolin ou processador para tal.
Pique bem miudinho o alho.

Coloque a abobrinha fatiada em uma tigela.
Acrescente o sumo de dois limões, a pimenta, o alho.
Regue generosamente com azeite, acerte o sal e temperos.

Leve à geladeira e deixe marinar por uma hora, pelo menos.
E só servir e ser feliz.



(Abobrinha em japonês - zukkini , ズッキーニ. Igual o nome em italiano, "zucchini").

4.21.2017

Bicho na Comida - Insetos Masterchef - Tailândia e Yuko - Grande Almanaque Mauj

Na forma de salgadinho, petiscos e pratos feitos à base de curry, etc., os pequenos invertebrados tem sido um deleite na Tailândia por séculos.


O costume asiático de comer insetos nasceu em tempos de fome.
Nos dias de muita pobreza e escassez tudo que se mexe passou a ser visto como comida.

Na capital, Bangkok, alimentar-se destes pequenos invertebrados causa certa rejeição, é visto como coisa de gente pobre e ignorante. No interior a tradição permanece firme, até por ser uma região mais pobre.

Angelina Jolie devorando uma tarântula.

Turistas adoram espetinhos de insetos comestíveis fritos. Rendem fotos interessantes para postar no Facebook e outras redes sociais. Mas não costumam comer, jogam o petisco fora após os cliques.



Há mais de duzentos tipos de insetos comestíveis.
Artrópodes são fontes enormes de proteínas e minerais.


Fui à Tailândia algumas vezes, como turista.
E confesso que cheguei a provar a insect meal.

Em um jantar na casa de uma querida amiga insetos foram servidos. Todos a comer os bichinhos e fiquei sem jeito de recusar.

Estava lá, na minha frente, uma bandeja enorme de grilos, gafanhotos, escorpiões, larvas diversas.
Com molho de shoyu, pimenta e óleo de gergelim.

O sabor é bom, apesar de certo horror na hora de comer. Não repetirei a experiência, uma vez basta e está bom demais, já saciei minha curiosidade.

Yukontorn Tappabutt, uma simpática tailandesa, te explica o sabor e história de algumas estranhas iguarias locais:

1 - Bicho da seda
2 - Gafanhoto
3 - Larvas do bambu (inseto "metrô").
4 - Grilo
5 - Barata d'água
6 - Escorpião
7 - Rã "aleluia"
8 - Ovos de formiga
9 - Rato do arroz
10 - Cachorro



Assista o vídeo abaixo.


A Yuko te fala sobre os insetos fritos tailandeses.
E também sobre comer sapos, ratos e cachorros.
Cuidado na hora de comer gafanhoto, tá?
Assista, sem preconceitos.


Yukontorn Tappabutt vive no Brasil, em São Paulo.
31 anos, originária de Suphan Buri (região central do Reino da Tailândia), é professora de idiomas, youtuber (Ann Tailandesa) e cozinheira.
Participa da atual edição do Masterchef Brasil.

Encantadora com seu jeito engraçado, simpático, atrapalhado e de fala enrolada.
Faz uns pratos deliciosamente criativos. Tem minha torcida.

4.20.2017

Come Um Puto Que É Gostoso! Filipinas - Grande Almanaque Mauj

Te garanto que comer uns putos é muito bom, te dá muito prazer.
Principalmente oral.

Coisa de filipinos, aprendi com eles.

Puto é um simples e humilde bolinho de arroz recheado com côco fresco. Cozido no vapor, envolto em uma folha de bananeira.
Puto todo branquinho, fofinho e lindo.

O puto, ah... além do côco enfiam de tudo nele - queijo, carne moída, frango, frutas, doces, chocolate, legumes e verduras.

Puto sem recheio também tem,  passe uma manteiga para lubrificar o bichinho e coma com gosto.

Em uma viagem às Filipinas (Cebu, Manila e ilha de Mindanao) comi muitos putos!
Os de bolinho, claro.

Sem preconceitos de cor, 
tem puto de todas as cores.


É tanto puto pra lá e pra cá nas Filipinas 
 que você encontra mistura pronta 
para fazer facilmente sua putaria.


Aqui no Japão também não faltam os putos! 
À venda em uma loja de produtos brasileiros em Nagoya. 
Viu, brasileiros no Japão também podem entrar de cabeça 
numa boa putada, basta querer!


Bem gostosinho, 
nas mesas filipinas 
o Puto te espera. 
Caia de boca!


Acompanhando um bom adobo filipino - carne de porco ou frango 
cozido no leite de côco 
é maravilhoso, te garanto.


Puto que pariu. 
Agora fiquei com fome.
Tá a fim de pegar uns putos?


Elsa, além de fazer frio, vende putos por telefone.
Putarias tradicionais, aos montes, nas Filipinas.